Música para tocar a alma

 

Como funciona uma orquestra? Qual é o papel do maestro? Acompanhamos um dia de ensaios na Filarmônica de Minas Gerais.

Uma experiência de tocar a alma.

Imagens.07_05_12_00.Still006.jpg

"O SILÊNCIO É A TELA ONDE A MÚSICA SE PROJETA". A frase, dita pelo maestro Fábio Merchetti, durante a nossa entrevista, deixa claro a seriedade e o capricho da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Acompanhamos um dia de ensaios dos músicos na Sala Minas Gerais, que proporciona uma das melhores acústicas da América Latina. É preciso caminhar na ponta dos pés para não incomodar. E recomenda-se andar de olhos bem abertos, para observar as belezas da arquitetura do local.

A orquestra é como a nossa sociedade, onde cada um tem o seu trabalho, que contribui para o todo. Cada músico tem o seu instrumento. Todos tem um papel importante para o som geral. Conversamos com alguns dos mais de 90 músicos da orquestra. Histórias diferentes, particularidades e curiosidades que tornam cada instrumento único e repleto de significado e encantamento.

Quando a autoridade entra em cena, o silêncio é imediato. Aos comandos do maestro, Fábio Merchetti, "a banda toca". Ele rege a orquestra com o objetivo de ajudar os músicos a interpretarem as obras da maneira mais perfeita possível. Um universo curioso, que merece a nossa valorização e atenção.  

É beleza para os olhos e ouvidos. Experiência para a alma e coração. Desfrute com o vídeo abaixo: