BH 120 anos

 

No aniversário de Belo Horizonte, que completa 120 anos, convidamos MC's da cidade para rimarem sobre BH. Improviso com imprevisto: a chuva. É vida real. Preto no branco, que deixa a cidade naquela deliciosa nostalgia...

Imagens e edit_Ep. 12 BH 120 anos.00_12_20_23.Still050.jpg

Dia 12 de dezembro de 2017. Aniversário de Belo Horizonte. 120 anos. Uma vovozinha essa nossa cidade... Mas, com muita vida pela frente!

A ideia de homenagear Belo Horizonte foi a seguinte: chamar alguns MC´s da cidade para rimar sobre Beagá.

Fernando Castilho, Gurila Mangani, Izabel Sabino e Vinicin toparam o desafio. Tudo no improviso. Contando com o imprevisto. Choveu..

Imagens e edit_Ep. 12 BH 120 anos.00_00_30_13.Still004.jpg
 
Imagens e edit. Ep. 11 Bike.00_10_00_05.Still012.jpg
 
Imagens e edit_Ep. 12 BH 120 anos.00_01_37_08.Still011.jpg

Quem trabalha com vídeo sabe o que um dia de chuva significa: desafio! É difícil gravar debaixo d´água, correndo o risco de os equipamentos molharem.

Mas fazer o quê?! A vida da gente é assim mesmo, não é? Tem dia que o tempo fecha. Depois ele abre. O negócio é saber aproveitar o lado bom das adversidades. Então toma: BH com chuva é linda. É nostálgica. Combina com a ausência de cores. Então, o vídeo do aniversário da cidade ficou assim: em preto e branco. Simples. Real.

E enquanto eu esperava uma trégua da chuva para gravar uma cena, assentada no meio fio, no centro da cidade, tive uma inspiração. E escrevi o que a cidade significa para mim...

Saudoso Arraial Curral Del Rei.

Também já foi chamada de Cidade de Minas.

Hoje o nome é Belo Horizonte.

Mais conhecida como Beagá.

Carinhosamente chamada de Belô.

Ou simplesmente casa, lar.

Tem gente q chama de roça grande. Pode chamar à vontade!

Somos 2 milhões e meio de comedores de pães de queijo, bebedores de café, de pinga.

Nós, belo-horizontinos, temos o dom de trazer a simplicidade da roça para a cidade grande.

A gente abre a porta da casa da gente, recebemos visita como ninguém.

Mas BH é muito mais do que isso. Uma cidade plural, moderna.

Mas tem que ter perna. Preguiçoso não sobe morro não!

E a gente é cercado de montanhas. Nossas ruas são a metáfora perfeita da vida, que sobe e desce. Perde e ganha.

Mas, chega de me gabar, afinal de contas, mineiro não é disso não. A gente come quieto. Não somos iguais a uns e outros que ficam falando de si por aí.

A gente é o que é e ponto.

E isso nos basta. Há 120 anos.