De onde é que vem o vinho?

O terroir é aqui! O sul de Minas Gerais tem condições climáticas parecidas com as da França, ideais para a produção de vinhos. Visitamos alguns parreirais e degustamos bons vinhos para mostrar "de onde é que vem" essa qualidade toda!

Edit Ep. Vinho.00_15_11_24.Still120.jpg

 É para deixar qualquer mineiro orgulhoso! Vinhos, de qualidade, sendo produzidos no nosso estado. No Sul de Minas é assim: sol quente e clima seco, o dia todo! E de noite, friozinho. Essa amplitude e inversão térmica, diárias, são alguns dos pré-requisitos para a produção de uvas de qualidade.

Em 2017 o governo do Estado lançou o +Gastronomia. Um projeto para conectar toda a cadeia produtiva da gastronomia de Minas Gerais.  Mais produtos estão sendo certificados e vendidos fora do Brasil. É mais emprego e renda no Estado. Eu topei o convite de viajar por Minas Gerais para descobrir ‘De onde é que vem’ essa qualidade gastronômica toda! A cada 15 dias, um episódio inédito. E o sétimo é sobre o vinho mineiro, de sabores espetaculares. 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

Visitamos alguns parreirais e conversamos com fazendeiros que estão produzindo vinhos mineiros.

 

A primeira cidade que visitamos foi Cordislândia. Um município de cerca de 3 mil e quinhentos habitantes e muita calmaria.

Silêncio, pouco movimento e pessoas que adoram papear! Mas, a maioria delas ainda nem sabe que existe uma vinícola, a Luiz Porto, ali pertinho, produzindo bons vinhos. 

O Junior, herdeiro da fazenda, nos acompanhou em um passeio pela propriedade, que tem potencial para o enoturismo. Caminhamos pela plantação, experimentamos vinho branco cru, direto dos tanques e também os tintos de guarda, nos barris de madeira.

 

 

 

 

 

 

O vinho mineiro ainda é um ilustre desconhecido para muitos de nós. Mas vale a penas degustar essa qualidade que tem recebido prêmios internacionais.

 

É o caso do Maria Maria, vinho que nasceu de uma ideia dos amigos Eduardo e o cantor Milton Nascimento. Premiado em Londres, o vinho é feito nos arredores da cidade Três Pontas. 

A degustação com prosa boa foi longa e prazerosa. Experimentamos espumante, vinho branco e vinhos tintos jovens e de guarda. Sabores e aromas para nenhum europeu botar defeito!

 

 

Este passeio de dar água na boca, está no vídeo abaixo!

#compredomineiro