Galeria Ouvidor

 

Neste "mundinho fechado", chamado Galeria Ouvidor, no centro de Belo Horizonte, se acha de tudo! É um encontro com todo tipo de gente também! Um lugar histórico, para se sociabilizar...

print galeriaaa.png

Você pode entrar pela rua São Paulo ou pela rua Curitiba. A Galeria do Ouvidor fica ali, bem no centrão de Belo Horizonte. E é um caos dentro do outro. Se do lado de fora é barulhada intensa, fumaça de carros, gente gritando e trombando, dentro é pastel fritando, máquinas costurando, pessoas papeando. 

Inaugurada em março de 1964, a Galeria é muito curiosa. A estética do lugar, já vale o passeio. Tem um vão enorme em todos os andares, que nos permite observar o vai e vem dos outros. Engraçado é que o terceiro lance é chamado de primeiro andar. Isso porque existem dois térreos. Difícil é não se perder lá dentro.

print galeria 7.png

Um lugar sem frescura! Onde se encontra todo tipo de gente, se come pastel com caldo de cana em pé e em mesas coletivas. Os desconhecidos puxam assunto uns com os outros, na maior naturalidade. E lá é comum a gente esbarrar com algum amigo também.

A escala rolante da galeria foi um marco. A primeira de Minas Gerais. Ela era um ponto turístico. Pode acreditar! Os mineiros vinham de cidades do interior para conhecer e andar na escada rolante de BH! Ela é linda, conservada em seu tom originalmente azulado. 

São cerca de 300 lojas de tudo quanto há! E as mais diversas profissões convivendo nos corredores, por onde passam cerca de 50 mil pessoas por dia. Uma vitrine de sociabilidade onde estamos observando e sendo observados, o tempo todo...