Serra do Curral

 

A Serra do Curral é a vovó dos mineiros. Ela chegou aqui muito antes de nós, humanos, há bilhões de anos. E é testemunha de toda a nossa história. Símbolo maior de Belo Horizonte, ela é a representante da resistência da natureza na cidade grande.

Imagens e edit_Ep. 8 Serra do Curral.00_07_17_06.Still006.jpg

A Serra do Curral é o símbolo de Belo Horizonte.  Sem ela, nossa cidade poderia ser uma cidade qualquer. Mas esta cordilheira, em meio aos prédios, dá identidade para a capital dos mineiros.

A Serra simboliza também a resistência da natureza em meio ao crescimento da cidade. Ela chegou aqui muito antes de nós, há 1 bilhão e 800 mil anos. E testemunhou toda a nossa evolução. Belo Horizonte e suas avenidas cresceram em direção a ela. A Afonso Pena, por exemplo, foi feita, exatamente, a 90 graus da Serra. E dessa cordilheira nascem os principais rios que abastecem os nossos bairros.

Imagens e edit_Ep. 8 Serra do Curral.00_08_21_11.Still007.jpg

Do Barreiro até o Taquaril, todo esse pedaço de BH é cercado pela Serra do Curral, que é tombada pela Lei Orgânica do Município e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Ela serve também de referência geográfica. Nos ajuda a nos localizarmos em Beagá, a sabermos aonde estamos e para onde vamos. E foi assim desde a construção da cidade, quando o ouro foi descoberto em Minas Gerais e muita gente começou a se mudar para essa região. Os viajantes enfrentavam longas distâncias vindo pra cá, se guiando pela Serra. 

Eu gosto de olhar para a Serra do Curral e vê-la como a nossa protetora, que abraça Belo Horizonte, acolhe os visitantes e nos inspira, diariamente, com toda sua força, imponência e resistência.